Gentileza gera gentileza: Frentista de posto paga combustível de mulher e é recompensado com oito anos de salário

Foto: Reprodução Apost.com

Gentileza é realmente uma qualidade muito importante. Pequenos atos de bondade são sinais de que o mundo está cheio de pessoas boas e de que você pode sempre contar com uma mão amiga quando estiver precisando. Nkosikho Mbele é frentista em um posto de gasolina da Shell, na África do Sul, e foi recompensado com um valor correspondente a oito anos de seu salário por pagar o combustível de uma desconhecida em maio de 2019.

Em maio do ano passado, Monet van Deventer, que então tinha 21 anos de idade e trabalha como contadora na Cidade do Cabo, estava indo para o trabalho quando percebeu que o combustível do carro estava acabando. Ela parou então em um posto Shell e começou a procurar seu cartão de crédito na carteira, enquanto o frentista do posto que estava lhe atendendo, Nkosikho Mbele, de 28 anos, lavavava o seu pára-brisas.

Foi quando Monet percebeu que havia deixado seu cartão em um casaco em casa e disse à Nkosikho para não abastecer, pois ela não tinha dinheiro suficiente para pagar. Para a surpresa da motorista, Nkosikho fez-lhe uma gentil oferta.

Nkosikho disse a Monet que a estrada onde ela estava dirigindo, chamada N2, era perigosa demais para ser percorrida com pouco combustível. Sendo assim, Nkosikho emprestaria R100 (R$32) à Monet para pagar a gasolina e ela poderia pagá-lo depois, na próxima vez que passasse pelo posto.

Monet ficou muito comovida com esse lindo ato de bondade. De acordo com o News24, Monet disse que ganhou o dia em saber que ainda existem pessoas tão gentis no mundo quanto Nkosikho. Na entrevista, o frentista disse:

"Eu só fiz o que qualquer outra pessoa teria feito, de coração."

Mais tarde, Monet compartilhou a notícia da boa ação de Nkosikho no Facebook, onde ela rapidamente se tornou viral. Sempre muito humilde, Nkosikho disse aos repórteres que fez apenas o que achou que qualquer outra pessoa faria. Dizendo que é guiado por seu coração, Nkosikho acha que não há negros ou brancos.


Segundo ele, somos apenas um povo e uma raça, e devemos trabalhar juntos. E então, falando especificamente sobre a situação com Monet, Nkosikho disse que, como era de manhã cedo e ainda estava escuro, teria sido perigoso para ela ficar sem combustível em uma estrada tão movimentada.


Conforme a história de Monet e Nkosikho ganhava mais e mais proporção, Monet e seus amigos decidiram criar uma página GoFundMe para ajudar Nkosikho. A história, que já foi compartilhada dezenas de milhares de vezes online, ajudou Monet a angariar mais de cem mil reais para Nkosikho, o equivalente a oito anos de seu salário como frentista no posto. Além disso, depois de ficar sabendo sobre a boa ação de seu funcionário, a Shell anunciou que dobraria o valor que fosse arrecadado na GoFundMe, desde que Nkosikho se comprometesse a doar aquela parte do dinheiro para a caridade. Nkosikho ficou extremamente agradecido pela generosidade de todos, dizendo que se sente abençoado e que essa é uma prova de que Deus está zelando por ele.


No final, a história de Monet e Nkosikho mostra que ser gentil com os outros pode ser gratificante de várias maneiras. Além de Nkosikho receber uma grande quantia em dinheiro como recompensa por seu ato de bondade, ele viu toda uma comunidade se comover com a história e se unir para agradecê-lo por sua compaixão.